Palestras

Clique e ouça as palestras:


26-09-2017 - "Que nenhum destes pequenos se perca" - Beatris

26-09-2017 - "Que nenhum destes pequenos se perca" - Ademir


28-09-2017 - A dor da luta - Ademir

 

03-10-2017 - O sofrimento pela perda - Roberto

03-10-2017 - O sofrimento pela perda - Antonio

 

05-10-2017 - A força da oração - Antonio

05-10-2017 - A força da oração - Ademir


07-10-2017 - Aceitando meu irmão - Antonio

07-10-2017 - Aceitando meu irmão - Ademir

 

  Para ouvir as demais palestras da Casa clique no link Palestras Online



http://sedivinaluz.blogspot.com.br/search/label/Palestras%20Online

Mensagens recebidas na Casa



http://www.papeldeparede.fotosdahora.com.br/papeisdeparede/821/arte/


Um dia


Um dia um novo caminho se abrirá, onde os pés serão suaves, onde os olhos inspirarão verdade, onde o amor será o bem maior.

Um dia esse sorriso será interior, os ouvidos terão som puro e simples.

Mesmo que tudo pareça distante, cada dia tem que ser respeitado, valorizado.

Cada dia é sempre uma oportunidade de plantio, da certeza da colheita próspera .

É necessário estar em comunhão com os ensinamentos de Jesus, para ser manifestação do Ser Supremo que nos é inerente.

* * * 



O Inefável

Tudo é tão volúvel, como o instante!

Somos seres de luz que, através de cada momento, infinitamente pequeno, diante da eternidade, vamos atravessando estágios, por nós imperceptíveis, às vezes, mas que somam-se constantemente.

Por isso, queridos irmãos, da necessidade de valorizarmos tudo o que nos é oferecido como forma de alavancar nosso progresso.

Cada oportunidade é única, cada instante, pois somos feitos de minúsculas partículas de luz, que ao se unirem transformam-se em raios que se entrelaçam a outros.

Cada um, em sua responsabilidade, atinge o outro. Portanto, temos a real necessidade de assumirmos nosso projeto de vida e, através dele, suplantarmos os obstáculos e seguirmos em frente, na busca de novos dias, de novos recomeços, de eternos e constantes recomeços, a fim de aceitarmos nossa pequenez diante do bem maior, mas com a certeza de que, ao caminharmos em direção a Ele, seremos amparados e alicerçados sempre.


* * *


Escolhi ter em mim mesmo novos recomeços.
Cavei lembranças e com elas pude renovar minha jornada.
Retirei de mim mazelas do passado com o olhar para o eterno.
Ao certo não estou completamente purificada.
Apenas algumas experiências puderam tornar-se oportunidades de aprendizado e transformação.
Colhi novas plantas de sementes mais belas e produtivas.
Semeei também novos desafios na certeza de conquistar o nascimento de um novo eu, pautado em fé, perdão e bem. 
* * *

A ignorância não prevê punição.
Porém não promove evolução.
Nesse sentido é fundamental que dediquemos um bom tempo de nossos dias ao conhecimento.
Esse conhecimento envolve acima de tudo reflexão sobre nossos atos, baseada na leitura de livros instrutivos, de participação em palestras, encontros, cursos.
É momento de uma pausa em nossas atividades rotineiras, a fim de percebermos nossos reais objetivos dessa jornada no corpo físico.
Não podemos ser meros espectadores envolvidos em afazeres constantes, mas sem a devida reflexão acerca dos motivos de cada ato, dos pensamentos e palavras diários.
Somos muito além do que estamos. Cabe a nós a percepção mais abrangente da nossa vivência; tornando assim, momento de aprendizado e uma amplitude de visão sobre o Ser Espiritual como um todo.
* * *

Em dias lindos de sol
Olhos enevoados, acinzentados
Semblantes de cansaço e solidão.
Mas e o  sol?
Radiante e belo?
Não era percebido por elas.
Corações tristes, dor e perdas
Sofrimentos em meio a dias luminosos
Como é possível?
Em que padrão nos encontramos?
O que conseguimos ver?
Como está o nosso coração?
É capaz de perdoar?
Amar?
De ter compaixão?
Nesses dias de luz externa e escuridão interior  somos chamados a mergulhar em nosso ser e a nos questionarmos sobre nossos mais profundos sentimentos.
Erguendo nosso semblante ao Eterno há a grande certeza de que a luz voltará a resplandecer em nossos dias.

* * *
Vivemos arrebatados por afazeres. 
Carecemos do sopro da intuição pelo simples fato de não darmos importância a ela. 
Constantemente somos “avisados”, chamados à percepção, ao real significado de nossa existência, de cada acontecimento diário. Mas o que fazemos com esses “avisos”? 
Dificilmente paramos para prestar atenção ao nosso ser espiritual que clama pelo seu merecido valor. Somos incapazes, na maioria das vezes, de despirmos de nossas atribuições mundanas, a fim de vislumbrarmos nosso imenso ser que necessita ser manifestado para que a alegria, a paz, a benevolência e todas as virtudes se façam presentes com maior intensidade e clareza. 

 * * *


Há escudos que só podem ser construídos com luz.
Essa luz é proveniente de bons sentimentos, do bem ao próximo, da fé.
Eles nos protegem de todo o mal porque são o nosso próprio ser na luz.
Não há regras prontas, não há rituais, apenas há a certeza de que Deus habita nosso Ser, que somos parte Dele, que podemos vivenciar seus ensinamentos no nosso dia a dia. Pequenos gestos, palavras de esperança, de compreensão, e acima de tudo pensamentos no bem servir, no amor incondicional ao próximo nos oferecem o suporte necessário para o enfrentamento das vicissitudes de nossa caminhada.
Portanto, irmãos, que a oração seja a consequência do que exalamos de nosso interior com a certeza de que a luz irradia a cada um que dela se torna responsável e merecedor.  

 * * *

A alegria

O sorriso é fonte de saúde. Mas para tanto deve ser profundamente sincero, interno.
Não o sorriso dos lábios, do social; mas aquele que por vezes só nós vemos.
A conquista da alegria é consequência de uma mudança de postura em relação aos acontecimentos diários.
Faz-se necessário que possamos valorizar cada bênção, voltando nosso olhar ao Criador em tudo; nos desafios, nas conquistas, nas “derrotas”, na superação de nós mesmos.
Que a vida seja sempre oportunidade de agradecimentos, e, portanto, de reconhecimento da dádiva suprema, da felicidade em si.

* * *

Angústia

Tenho percebido ao longo da caminhada que estamos sempre em busca de algo que ainda não dispomos.
Sempre almejando o que não somos ainda.
Isso tem nos gerado muita ansiedade e angústia, pois o que somos no momento parece não ter significado algum.
Mas o que nos leva a isso?
O ser humano é por si só um ser que sabe no seu íntimo quão grandioso é, mas que talvez não tenha ainda manifestado e desenvolvido tamanha sabedoria e grandeza.
Daí essa busca incessante, que é saudável e necessária em termos, mas que não deve ser causa de insatisfação contínua, deve ser sim apenas o impulso para o progresso moral, através das mudanças necessárias.

* * *

Queria ser

Queria ser o azul profundo que envolve e acalma,
O verde que cura o corpo e alma
O rosa que emana amor sincero.
Saberia de antemão que tudo pode ser utilizado em nosso proveito, no sentido de transformar nosso ser, através das coisas que temos ao nosso alcance.
Muitas vezes ficamos imaginando ser e ter coisas inatingíveis a nossos olhos. Porém, se dedicássemos um tempo à observação do que nos rodeia, não necessitaríamos de grandes feitos para nos sentirmos melhor.
Seria tão somente percebermos que a vida tem nos oferecido constantemente momentos únicos e por isso especiais, fundamentais.
Queria, seria; não: sou, estou e busco no aqui e agora o que é preciso para ser alguém feliz e em paz , tendo Deus como o todo essencial.

* * *

Conservei meu sorriso
a dentes largos
a olhar profundo
Era momento de pausa como um flash de luz intensa.
Era necessário que pausasse a cena para que pudesse perceber que sou capaz de sentir tamanha alegria, tamanha paz.
Deus Meu, por que trevas passei até chegar a esse lindo instante.
Por que sonhos deixei passar até perceber que o infinito e imutável é bem maior do que sonhos do aqui.
Senhor, agradeço pelo que pude viver, espero tão somente ser merecedora e forte o suficiente para não mais fenecer no medo, na angústia, na dor de não ter a fé suficiente para percebê-Lo com essa intensidade em meu Eu.

* * *

Nosso maior inimigo 

Nosso maior inimigo está dentro de nós mesmos!
Quando fingimos ser o que não somos.
Quando tentamos transparecer virtudes que ainda não se concretizaram em nós.
Quando não percebemos o quanto Deus é generoso conosco.
Quando adoecemos o nosso interior com mágoas e rancores.
Quando estamos cercados de ruídos desarmônicos.
Quando nossa luz é ofuscada pela sombra de nosso ego.
Quando “esquecemos” de estar com quem amamos.
Quando nossa vida é superficial e rápida demais.
Quando a dor do irmão não nos atinge mais.
Quando a esperança se esvai.
Quando o sol interior é obscurecido pela tristeza.
É possível reencontrar nosso eu de forma a tornarmo-nos seres de coragem e de fé, de força e de luz, de amor e humildade a si mesmo.

* * *

Nova visão

O que antes considerava dor, agora considero oportunidade.
O que antes considerava sofrimento, agora percebo como lição.
O que antes considerava amor, agora percebo que não passa de apego.
O que antes considerava paixão, agora percebo como necessidade passageira.
O que antes era fé, agora sei que ainda é longa a distância para o verdadeiro crer.
Por vezes nos parece retroceder, mas nossa diferente visão das coisas é a primeira etapa no processo de real evolução.
Espero profundamente continuar a elevar minha percepção do ser que estou para o verdadeiro ser que sou.

* * *

Luz

 Há flores embelezando este caminho
Alguém as plantou
E nós poderemos observá-las, admirá-las ou simplesmente passar despercebidamente.

Podemos também agradecer a quem as cultivou, abençoar cada semente ou então criticar porque preferimos outra espécie de flor.
Poderemos regá-las com amor ou negar-lhe cuidados pela falta de tempo.
São as escolhas de nosso dia.

Poderemos escolher a beleza, a graça ou o desprezo, a indiferença.
Nossa responsabilidade recai sempre em nossas escolhas, é delas que colheremos nossos frutos doces, amargos ou azedos, dado o empenho na verdadeira forma de perceber cada parte inserida no todo, no nosso dia a dia, no ser eterno que nós somos.

* * *


Há luz

Há luz em pensamentos salutares
Há luz em olhos de esperança
Há luz em pequenos gestos de caridade
Há luz em crianças que brincam
Há luz em pessoas que são amadas e amam.
Que eu possa , Senhor , em meus dias acolher tua luz através do que estou.
Que eu possa sentir em cada semblante um pouco de Ti. 
Que minha jornada aqui na Terra esteja repleta de Teu exemplo. 
Que meus atos resplandeçam Teus ensinamentos. 
E que tudo o que eu vir a ser, eu possa refletir Tua grandeza. 
Que eu seja, Senhor, o espelho do Deus que há em mim.

* * *
  
O encontro interior. 


Há um espaço entre o que somos e o que estamos. Esse espaço é preenchido vagarosamente a cada etapa vencida.

Ao ultrapassarmos nossos próprios limites, superando e enfrentando desafios, vamos manifestando o ser espiritual de forma mais visível. É nesse intuito que o espaço vazio vai se tornando menor. Vamos crescendo espiritualmente, sendo melhores em nossos atos e pensamentos, burilando nossos sentimentos.

O eu eleva-se continuamente, à medida que permitimos, através das mudanças necessárias e até exigidas de nós em nossa tarefa diária.

Por isso, queridos irmãos, da importância de cumprir o que nos propusemos a cada espaço reencarnatório , a fim de percorrer nosso caminho espiritual, de elevação moral, de crescimento da fé , de estar expressando o que de melhor podemos ser agora, semeando um futuro de completude no Pai.

                                                                    * * *

Esqueci do tempo.
Senti que minhas mãos trêmulas de emoção procuram as tuas.

Esqueci da dor.
Teus olhos mostravam o caminho da esperança e da luz.

Esqueci do medo.
Teus passos firmes fizeram de mim um ser capaz.

Esqueci do ódio.
Teu sorriso me fez perceber que tudo não passa de um simples momento na eternidade.

Esqueci de mim. Pois vi que sou muito mais do que aparento agora.
Busco a plenitude de ser centelha divina manifestada em obras.


 * * *

O despertar de nossa consciência requer uma atitude positiva perante nossa vida.
É necessário, pois, nos desapegarmos de sentimentos que escurecem nossa percepção da realidade como um todo.
Somos essência divina, mas é preciso estar atento para que essa conexão se estabeleça, traçando metas de aprimoramento interior, tecendo fios condutores de energias do bem.
É de nossa inteira responsabilidade o plantio, é inegável a colheita.
Acolher a luz expandindo aos irmãos, trazer em si o amor ao Pai e a nós mesmos, compreender e aceitar o presente e o passado, traçando um futuro mais feliz. Porque esse é o objetivo maior: a expansão do ser eterno, do Deus que habita cada um.


* * *

As cores que pinto meu mundo são provenientes do meu modo de percebê-lo, na medida que me desprendo do mundo material e encontro o eu manifestado.

Lembranças, esperanças, sonhos e fé se misturam num só pensamento que se exterioriza em cada ato.

Minhas vivências somam-se e tenho sempre oportunidades de evoluir, de ser além do que estou.


* * *

Dentre muitos caminhos escolho o da paz.

Permeio horizontes inimagináveis porque sei que o que sinto e sou é o necessário àquele momento.

Esqueço do tempo, percorro o espaço de forma natural e espontânea sem preocupar-me com o que ainda não alcancei.

O hoje é o que de fato conta, o que estou e sou agora.

O futuro será o hoje semeado.

Essa paz é proveniente da certeza do acolhimento, da justiça e da bondade divinas, da fé que reconhece cada degrau de extrema importância para a escala evolutiva.


* * *

Pessoas percorrem caminhos diversos, cada qual em sua etapa evolutiva. Porém são parte de um todo universal.

Nessa união, o particular se extingue, resta apenas o bem comum, o progresso de todos.

Não há espaço para o egoísmo, há somente objetivos que se complementam.

Seres espirituais não enxergam seus próprios problemas, apenas agradecem por oportunidades de melhora interior. Não ofendem, nem caluniam, compreendem e auxiliam a todos, sem distinção.

Reconhecem a Divindade em cada um, manifestada de formas diversas, em diferentes escalas evolutivas, mas pertencentes a um único Ser: O Ser eterno e maior. Infinito em bondade, justiça e sabedoria - Deus como energia criadora de todas as coisas.

* * *

Somos pequenos seres pertencentes ao grande universo, mas essa fagulha Divina só se faz presente no todo e o todo só existe com a união de todos em harmonia com cada um.

Nossa importância é a de poder ser parte que trabalha para a evolução de todos.

Cada um tem por objetivo acolher a sua missão, fazer dela o impulso para o aperfeiçoamento moral e espiritual, comprometendo-se a seguir os ensinamentos do Pai, do Mestre Jesus.

Se algum de nós não estiver conectado e disposto a ser um pouco melhor a cada dia, a lutar para que todos possam crescer juntos, saberá que a sua responsabilidade ou a falta dela afetará o todo.

Por isso, irmãos procurem sempre vivenciar e perseverar nas virtudes, na caridade, no amor , na fé.

Paz e harmonia a todos.

* * *

Infinitamente Bom e Justo, Sois Deus Pai, Criador.

Venho até Vós, em forma de oração para consagrar minha fé.

Sou seu servo no bem, buscando semear virtudes.

Sou senhor de meus passos, percorro trilhas, encontro outros passos no traçado do chão. Faço deles meus guias, percorro atento íngremes solos.

Sinto Teu olhar em cada pensamento meu, meus gestos são vigiados com amor e entusiasmo pelos acertos.

Nos erros percebo que ainda necessito testemunhar mais Teus ensinamentos.

Caminho a passos firmes em direção ao Teu Eu que encontro em mim, a cada dia com maior intensidade.

* * *

Ouça, no teu silêncio, a prece.

Sinta, na tua respiração, a tua presença no tempo e no espaço.

Transfere os teus pensamentos à paz da alma.

Semeia ao teu redor a certeza da fé.

Permeia em teus sons a sabedoria divina.

Segue em teus passos, a superação dos obstáculos, da dor.

Viva a cada dia, teu eu, em sintonia com a luz.

Seja, a cada coração, um exemplo de amor.

Creia que tudo fortalece e enobrece a alma.

* * *

Escutai o som do vosso interior.

Ele vos indica os caminhos, vos mostra as respostas.

Encontrai dentro de si todos os sentimentos provocados pelos atos e pensamentos de há muito tempo e que somados vos identificam como sois.

Estar em contato consigo próprios, é a única forma de descobrir o significado de cada acontecimento em nossas vidas.

A cada um é dado a crescer com intensidade, luz e sabedoria, mas por vezes nos dispersamos com falsas ilusões e passamos a não perceber o essencial.


* * *